(44) 3222-3333
Morretes
Morretes

Encante-se com essa vila.

Conhecer Morretes é ir ao encontro do verde das montanhas, do ar puro das cachoeiras, de bosques e recantos ainda inexplorados; é conviver com a exuberância de sua natureza e revier a história viva do Paraná, contemplando as belezas naturais do imponente Marumbi e do encantador Nhundiaquara; é ouvir o cantar dos pássaros com o marulhar das Cascatas, numa harmoniosa melodia.


É o relicário histórico e cultural de tantas gerações, que teve seu primeiro alento em 1721, quando o Ouvidor Rafael Pires Pardinho determinou que a Câmara de Paranaguá demarcasse, trezentas braças de terra em quadra, no local onde seria a futura povoação de Morretes, até que em 31 de outubro de 1733 foi realizada a medição das terras no ponto onde residia o rendeiro do porto João de Almeida, primeiro morador a localizar-se nas terras delimitadas, onde foram construídas duas casas, uma das quais pertencia a João de Almeida, localizada no morro da Igreja, e a outra denominada Casa da Farinha. Após a demarcação, recebeu o nome primitivo de Nossa Senhora do Porto e Menino Deus dos Três Morretes.